Mostrando postagens com marcador Produção brasileira de castanha. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Produção brasileira de castanha. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 11 de setembro de 2019

Castanha: IBGE prevê safra 13,2% menor que em 2018



O IBGE divulgou nesta terça-feira, 10/9, o 8º Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA), referente ao mês de agosto. A produção brasileira de castanha de caju para 2019 é estimada em 122.662 toneladas (13,2% menor que a safra de 2018), a serem colhidas numa área de 428.162 hectares.

O Blog da Cajucultura, com base nos dados do IBGE, compilou na tabela abaixo as estimativas referentes aos principais estados brasileiros produtores de castanha de caju. Vale lembrar que estes números são preliminares, referindo-se ao mês de agosto do corrente ano. Como sabemos, o pico da safra no Ceará, maior produtor, ocorre nos quatro últimos meses do ano.


Estado
Produção (toneladas)
Ceará
66.323
Piauí
25.068
R. G. Norte
17.419
Pernambuco
4.400
Maranhão
4.170
Bahia
3.000


quinta-feira, 20 de junho de 2019

Castanha: produção nacional não atende a demanda

Divulgamos ontem neste Blog os dados do IBGE referentes ao sexto Levantamento Sistemático da Produção Agrícola em relação à castanha de caju. Os números são pífios e mostram uma tendência de queda, mesmo considerando que poderão mudar a partir de agosto. De qualquer modo repetem o que se tem visto nos anos anteriores. Em 2007 a produção nacional foi de 140 mil toneladas. Para 2019 a previsão é de 120 mil.

Os reflexos destes números nas exportações de amêndoa de castanha de caju (ver gráfico) feitas pelo Brasil de 2006 a 2018 (dados da Statista) são visíveis, com um declínio acentuado nos últimos 11 onze anos. De mais de 50 mil toneladas de amêndoas de castanha de caju exportadas em 2007, o Brasil exportou pouco mais de 12 mil toneladas em 2018. As importações de castanha da África, de certo modo, evitaram uma queda maior. Em 2017 o Brasil importou cerca de 15 mil toneladas de castanha para suprir a indústria local.

Resumo da história: a produção nacional de castanha não dá conta de atender a demanda internacional e ao mercado interno (crescente e de tamanho desconhecido).

 ,

quarta-feira, 19 de junho de 2019

Safra de castanha 2019: tendência de queda



O IBGE divulgou no último dia 11/6 os dados referentes ao sexto Levantamento Sistemático da Produção Agrícola. O Blog da Cajucultura compilou os dados referentes à castanha de caju dos seis estados brasileiros maiores produtores (ver tabela abaixo).  

Em termos de Brasil a previsão é de uma produção de 120.399 toneladas, com uma área plantada de 438.083 hectares. Chama atenção os valores referentes aos estados da Bahia, Pernambuco e Maranhão quando se confrontam produção versus área plantada. 

Em relação aos meses anteriores, os números praticamente permanecem inalterados, com o Brasil respondendo por apenas 3,2% da produção mundial de castanha estimada para 2019. 
    

Estado
Produção (toneladas)
Área plantada (ha)
Ceará
65 172
276 549
Piauí
24 769
69 423
R.G. Norte
16 317
50 956
Pernambuco
4 421
2 914
Maranhão
4 200
12 407
Bahia
3 000
20 000

Fonte: dados compilados pelo Blog da Cajucultura.

domingo, 21 de abril de 2019

Amanhã tem Cajucultura Podcast

Não percam amanhã cedinho mais uma audição do Cajucultura Podcast. Nesta edição de número 14 o tema será: "Por que devemos priorizar a cajucultura no Nordeste?". Ouçam os meus comentários sobre este importante assunto e, se puderem, façam chegar aos ouvidos (e olhos) do parlamentar de sua região por meio das redes sociais. Aguardo vocês!