Mostrando postagens com marcador Traça das castanhas. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Traça das castanhas. Mostrar todas as postagens

domingo, 16 de fevereiro de 2020

Produtividade de plantas infestadas pela Traça-da-Castanha


Alguém já ouviu falar de uma tal de Anacammpsis phytomiella? Não, não se trata de nenhuma atriz ou cantora de rock internacional. Na verdade, este é o nome científico da traça-da-castanha, uma velha conhecida dos cajucultores brasileiros. É considerada uma praga-chave do cajueiro, pois se alimenta do seu principal produto, que (ainda) é a amêndoa da castanha de caju.

Pois bem, a publicação técnica que disponibilizamos aos leitores do Blog da Cajucultura neste domingo tem como autor principal a pesquisadora Nívia da Silva Dias-Pini (Embrapa) e teve como objetivo avaliar clones comerciais e progênies quanto às variáveis produtividade, peso médio de castanha e percentagem de castanha furada pelo ataque da praga.

Quer saber mais? Clique aqui para baixar gratuitamente a publicação.

Um bom domingo e uma boa semana!

quinta-feira, 14 de novembro de 2019

Transmissão ao vivo sobre "Traça das Castanhas"


Dando continuidade a uma série de transmissões ao vivo, pelo Instagram e Facebook, para abordar assuntos de interesse do agro, a Embrapa Agroindústria Tropical terá como convidado nesta quinta-feira (14/11), a partir das 10 horas, o agrônomo Lindemberg Mesquita falando sobre a "Traça das  Castanhas", considerada a principal praga do cajueiro no Brasil.

Na ocasião o agrônomo aproveitará a oportunidade para falar também de outras pragas que neste momento estão causando prejuízos aos pomares de cajueiro. O link para assistir a transmissão, tanto no Instagram como no Facebook é @embrapaagroindustriatropical

Quer saber mais informações sobre este assunto? Clique aqui e assista um vídeo do Canal da Cajucultura, onde converso com o Dr. Lindemberg Mesquita sobre os sintomas e métodos de controle da Traça das Castanhas.

terça-feira, 5 de novembro de 2019

Transmissão ao vivo sobre a Traça das Castanhas


No próximo dia 14 de novembro (quinta-feira), às 10h00, a Embrapa Agroindústria Tropical fará uma nova transmissão ao vivo pelo Facebook e Instagram. Desta vez o assunto é a "Traça das castanhas", tendo como entrevistado o pesquisador Antônio Lindemberg Mesquita, um dos maiores especialistas sobre o assunto. Pra quem não sabe, dentre as pragas que atacam o cajueiro, as da castanha merecem especial atenção, por ser este o produto de maior interesse econômico. Um desses vilões é a traça das castanhas (foto).

Informações de pesquisa apontam que o grau médio de infestação da traça das castanhas no Ceará é de 15% e no Piauí de 11%.  Fazendo um cálculo rápido, considerando as previsões de safra de castanha desses dois estados para o corrente ano, isto representa uma perda de quase nove mil toneladas de castanha no Ceará e três mil no Piauí, visto que a castanha furada não possui valor comercial.

Quer saber mais? Clique aqui e assista um vídeo do Canal da Cajucultura sobre a "Traça das castanhas", onde o Dr. Antonio Lindemberg aborda em detalhes este tema.

sexta-feira, 12 de abril de 2019

Tudo sobre a traça das castanhas

Vale a pena assistir a minha conversa, no vídeo abaixo, com o entomologista Lindemberg Mesquita sobre a "Traça das  Castanhas", considerada a principal praga do cajueiro no Brasil.  Lindemberg responde a várias perguntas e tira muitas dúvidas sobre o assunto. uma Dentre os temas abordados destacam-se os "sintomas e métodos de controle". 

Na descrição do vídeo no YouTube, disponibilizo também dois links de publicações relacionadas ao tema.

Assista, curta e deixe os seus comentários.



quinta-feira, 11 de abril de 2019

Traça das castanhas: vídeo novo

A literatura brasileira sobre a ocorrência de pragas do cajueiro menciona a existência de pelo menos 97 insetos e sete ácaros associados à esta cultura. Dentre essas pragas, a traça das castanhas (Anacampsis phytomiella) é a principal praga dos frutos do cajueiro no campo, causando prejuízos aos diferentes elos que compõem a cadeia produtiva do caju. O inseto foi detectado pela primeira vez em 1982, em São Benedito, no Ceará.  

Considerando a importância do tema, o Canal da Cajucultura lançará amanhã, 12/4, um vídeo onde o entomologista Lindemberg Mesquita, da Embrapa, falará sobre os principais  sintomas, as características da praga e dos diferentes métodos de controle. 

Inscreva-se no Canal da Cajucultura, conheça a sua videoteca e envie sugestões de temas para novos vídeos.

quarta-feira, 10 de abril de 2019

Traça das castanhas: prejuízo à vista

Dentre as pragas que atacam o cajueiro, as da castanha revestem-se de fundamental importância, por ser este o produto de maior interesse econômico. Um desses vilões é a traça das castanhas (foto).

Dados de pesquisa indicam que o grau médio de infestação da traça das castanhas no Ceará é de 15% e no Piauí de 11%.  Fazendo um cálculo rápido, considerando as previsões de safra de castanha desses dois estados para o corrente ano, isto representa uma perda de cerca de 8.984 toneladas de castanha no Ceará e 2.675 toneladas no Piauí, visto que a castanha furada não possui valor comercial. 

Em relação à produção nacional, isto representa 10,22% da castanha de caju produzida no Brasil e, a preços de hoje, resulta num prejuízo financeiro de quase 47 milhões de reais por ano. E estamos falando apenas do Ceará e Piauí.

Quer saber mais sobre este assunto? Aguarde o próximo vídeo do Canal da Cajucultura, em fase final de produção, que abordará todos os detalhes desta importante praga.