Mostrando postagens com marcador Moçambique. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Moçambique. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 8 de novembro de 2018

Moçambique reforma sistema interno de comercialização de castanha

Segundo o diretor do Instituto Nacional para a Promoção de Castanha de Caju (INCAJU), Ilidio Bande, Moçambique vai mudar o atual sistema interno de comercialização de castanha. 

De acordo com o diretor, o processo de comercialização deverá ser dividido em 3 fases, a primeira das quais será reservada aos comerciantes locais. Os comerciantes estrangeiros poderão participar da segunda e terceira fases de comercialização da castanha.

De acordo com o Sr. Bande, essas diversas mudanças fazem parte de um novo regulamento para fornecer uma estrutura de venda para o restante da cadeia de valor da castanha no país.

Moçambique espera colher este ano uma produção de 140.000 toneladas de castanha. Sua meta é atingir a marca de 200.000 toneladas, volume alcançado antes da guerra civil naquele país.

Segundo dados da Associação de Industriais de Caju (Aicaju) de Moçambique, existem 13 fábricas de processamento de castanha de caju que empregam cerca de 20 mil trabalhadores

terça-feira, 23 de outubro de 2018

Moçambique quer voltar a ser referência mundial na produção de castanha

Moçambique quer voltar a ser uma referência mundial na produção e comercialização da castanha de caju. Segundo o Ministro da Agricultura e Segurança Alimentar. Higino de Marrule, neste momento estão em curso ações para ampliação das áreas de produção e aumento da produtividade desta cultura. De acordo com Marrule, este ano foram produzidas e plantadas mais de 3.5 milhões mudas de cajueiros.
A previsão da safra de castanha moçambicana para 2018 é de 140 mil toneladas.