Mostrando postagens com marcador Exportações de ACC. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Exportações de ACC. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 15 de outubro de 2019

Vietnã aumenta as exportações de castanha para a China


Nos primeiros oito meses de 2019 o Vietnã exportou cerca de 42 mil toneladas de castanha de caju para a China, faturando 327 milhões de dólares, um aumento de 60,8% em volume e 35,4% em valor em relação ao mesmo período de 2018.

Os EUA, China e Holanda foram os três maiores importadores da amêndoa de castanha de caju vietnamita no período.

No cômputo geral, o Vietnã faturou US $ 2,4 bilhões com a exportação de 328.000 toneladas de castanha de caju nos primeiros nove meses de 2019.

sexta-feira, 4 de outubro de 2019

RN exporta U$ 15,4 mi em amêndoa de castanha de caju



A amêndoa de castanha de caju foi o terceiro item do segmento de frutas exportadas pelo Rio Grande do Norte no período de janeiro a setembro de 2019 (ver gráfico), com um total de cerca de U$ 15,4 milhões. Em primeiro lugar destaca-se o melão (U$ 62, 5 mi), com a melancia em segundo (U$ 17,4 mi).

Vale destacar que as exportações de frutas do Rio Grande do Norte cresceram 61% no período de janeiro a setembro, com o Estado liderando as exportações de frutas do país. No ano passado, até setembro, o Rio Grande do Norte ocupava a quarta posição entre os estados brasileiros. Ao assumir a primeira colocação, o RN ultrapassou a Bahia, São Paulo e o Ceará (Fonte dos dados: Aldemir Freire/RN).

quarta-feira, 12 de junho de 2019

Cajucultura Podcast: safra mundial 2019

Ouça no Cajucultura Podcast a minha análise sobre os números previstos para a safra mundial de castanha de caju e o cenário internacional de preços. Além disso falo sobre o desempenho dos estados do Ceará e Rio Grande do Norte na exportação de amêndoa de castanha de caju para o exterior nos primeiros meses de 2019.

Clique no play abaixo e tenha uma ótima audição.


quinta-feira, 6 de junho de 2019

RN: exportações de amêndoa de caju

De janeiro a maio de 2019 as exportações de amêndoa de castanha de caju (ACC) do Rio Grande do Norte somaram US$ 6, 5 milhões. Em igual período de 2018 esse valor foi de US$ 9,2 milhões.

Já na exportação de frutas frescas, o RN teve o maior crescimento (US$ 77 milhões), com o Ceará em segundo (US$48 milhões), seguido por Pernambuco, São Paulo e Bahia.