Mostrando postagens com marcador Rendimento. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Rendimento. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 30 de novembro de 2018

É possível colher 3 mil quilos de castanha por hectare?


Tudo indica que sim. Falando ontem no III Seminário de Fruticultura Irrigada realizado em Apodi (RN), o engenheiro agrônomo e cajucultor Antônio Tertulino (foto) afirmou que a sua expectativa para este ano é obter uma produtividade de 3.000 kg de castanha por hectare, com o clone Embrapa 51. Segundo Tertulino, isto será possível graças ao emprego de práticas adequadas de correção do solo, adubação e controle de pragas e doenças.

Os municípios de Severiano Melo e Apodi têm se destacado no Rio Grande do Norte no tocante a produtividade de seus pomares de cajueiro, bem como no emprego de práticas mais compatíveis com o que preconiza a moderna fruticultura. Claro que ainda existe muito espaço para melhorias, mas os números do cajucultor Tertulino mostram que estão no rumo certo. 

sexta-feira, 26 de outubro de 2018

Bela Cruz: maior produtor de castanha de cajueiro comum e anão

Bela Cruz e Chorozinho foram os municípios do Ceará que mais produziram castanhas oriundas de áreas plantadas com cajueiro comum em 2017. Já em relação à produção de castanha proveniente de cajueiro anão precoce, Bela Cruz mantém a posição, seguida por Beberibe. Destaque para a produtividade do cajueiro anão em Bela Cruz: 600 quilos de castanha por hectare contra 300 quilos do cajueiro comum.
Para 2018 a previsão de safra brasileira de castanha de caju é de 127 907 toneladas de castanha, a serem colhidas numa área de 501 739 hectares, com um rendimento médio de 265 kg de castanha por hectare. Os dados são IBGE, referentes ao LSPA (Levantamento Sistemático da Produção Agrícola) de setembro de 2018.