Mostrando postagens com marcador A fábula do caju. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador A fábula do caju. Mostrar todas as postagens

domingo, 2 de dezembro de 2018

Imagem do domingo: "A fábula do caju"

A fable of the cashew/Jade Bengco
Para aqueles que apreciam a castanha de caju e questionam o fato da semente estar do "lado de fora da fruta", aqui está uma fábula ou lenda asiática com uma "explicação" caprichosa.

O conto é assim - houve um grande baile na floresta onde todos os animais, pássaros e fadas estavam presentes. Uma fada estava descansando sob um galho de cajueiro e ouviu alguns sussurros vindos das frutas. Ela se aproximou e ficou surpresa ao ouvir vozes vindo de dentro! Eram as vozes das sementes pedindo à Fada para ajudá-las a sair dos frutos para participarem do baile. Elas expressaram seu mais sinceros desejos à fada e ela concordou em conceder-lhe. Mas - veio com um aviso. Quando o galo cantasse ao amanhecer, as sementes deveriam estar dentro de seus frutos ou ficariam presas do lado de fora para sempre. Sua magia só poderia ir até esse horário e ela, como todas as fadas, desapareceria quando o dia amanhecesse e não estaria por perto para ajudá-las. 

As sementes concordaram animadamente e correram para a clareira onde o baile estava em pleno andamento! Dançaram a noite toda e não conseguiram ouvir o galo cantando e logo perceberam que os outros participantes estavam lentamente desaparecendo. As sementes se apressaram tão rápido quanto suas pequenas pernas podiam levá-las a seus respectivos frutos, mas já era tarde demais! Elas só podiam segurar o fundo da fruta e lá estão até hoje.

Nesta imagem, da asiático-americana Jade Bengco, a fada visita as castanhas trazendo seus três ajudantes - um pássaro rechonchudo parecido com um pardal, e dois elfos-fadas que não perdem tempo em façanhas acrobáticas por todo o cajueiro.

A partir de então, a castanha de caju pode ser encontrada, ao contrário de todas as outras frutas, fora do fruto do caju.