Mostrando postagens com marcador Mercado internacional. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Mercado internacional. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 7 de novembro de 2018

Evolução dos preços da castanha no mercado internacional

Imagem: The Economic Times
Relatório da Samsons Traders liberado ontem mostra que os preços da castanha de caju nos principais mercados internacionais caíram significativamente desde o início deste ano - queda de cerca de 30% no Vietnã, variando na faixa de US$ 4.75-5.00 FOB em jan/fev de 2018 para US$ 3.20-3.40 FOB em set/2018. No extremo inferior da faixa, os preços da África e da Índia foram cerca de 5% e 10% maiores.

Segundo o Relatório, um fator significativo do declínio neste ano foi a ampliação do diferencial de ofertas de diferentes processadores em um dado momento. Tradicionalmente, o diferencial de preços entre os processadores do Vietnã era de no máximo 10 centavos - agora é de até 20 centavos. Entre o Vietnã e a Índia/África, o diferencial costumava ser de 2 a 3% - agora está próximo de 10%. A razão para a usual diferença de preço foram os menores custos de processamento, a diferença de qualidade e o pequeno mercado interno no Vietnã. 

Para a Samsons Traders, o declínio dos preços parece ter parado - em outubro de 2018 a W320 subiu alguns centavos. Pequenos processadores do Vietnã que venderam a W320 a valores tão baixos quanto 3.20-3.30 FOB estão agora pedindo 3.35-3.40 FOB. Os melhores processadores podem vender a 3,50-3,60 FOB. A W320 indiana está sendo negociada na faixa de 3,75-3,95 FOB. Existe um interesse razoável de compra dos EUA e União Europeia para remessas até março/abril de 2019.

Os preços para a castanha in natura oriundas da África Ocidental estão estáveis no Vietnã e na Índia e situam-se na faixa de US$ 1300-1600. Os estoques de castanha dos comerciantes da África Ocidental no Vietnã e na Índia estão com uma saída mais rápida do que nos meses anteriores e provavelmente serão consumidos até dezembro.

Com uma castanha de boa qualidade, embora com disponibilidade limitada, a Indonésia está comercializando a US$ 1700. Na Tanzânia, a safra parece ser boa (perto de 300.000 toneladas). A cooperativa de produtores está resistindo aos preços mais baixos. Até agora apenas uma quantidade muito pequena foi negociada porque os traders e processadores de castanha estão relutantes em pagar os altos preços que a cooperativa está cobrando (equivalente a aproximadamente US$ 1800). O sentimento geral é de que os preços vão arrefecer um pouco durante os meses de nov/dez, mas não muito.

segunda-feira, 15 de outubro de 2018

Preços da castanha no mercado internacional


Para quem deseja ter uma ideia dos preços da castanha e amêndoa nos principais mercados (Índia e Vietnã), divulgamos tabela da Agritradex (Índia) atualizada na data de hoje. Vale lembrar que os preços da castanha in natura são válidos para os portos da Índia e Vietnã.