Mostrando postagens com marcador Aedes aegypti. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Aedes aegypti. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2020

O cajueiro e as suas 1001 utilidades


Há quem diga que o cajueiro é uma espécie de bombril da fruticultura tropical em razão das suas mil e uma utilidades. Desde o combate à azia, como vermífugo, cicratizante e vai por aí. Como fonte de vitaminas e sais minerais, então, poderíamos escrever um tratado sobre o assunto.

Mas a última novidade vem do Mato Grosso do Sul, mas precisamente da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), onde alunos alunos de iniciação científica, de mestrado, de doutorado, pós-doutorandos, além de docentes, desenvolveram um detergente feito à base do líquido da casca da castanha do caju ,que em contato com a água, elimina as larvas do mosquito da dengue.

Segundo o biólogo e pós-doutorando da UFGD, Bruno Amaral Crispim, a ideia é que o composto seja utilizado como um detergente normal nas atividades domésticas, e que indiretamente cumpriria com o objetivo de eliminar as larvas do mosquito Aedes Aegypti.

“A partir do óleo da castanha de caju fizemos alterações químicas que tornaram este produto um detergente, que após testes de efeito larvicida, ficou comprovado sua eficácia no combate às larvas do mosquito. Também realizamos testes de efeito ambiental onde verificamos que este produto ao chegar aos rios e córregos apresenta pouca ou nenhuma toxicidade em organismos não alvos tais como algas, peixes e crustáceos”, salientou.

De acordo com Crispim os próximos passos do projeto são testes de segurança para a saúde humana e posteriormente, depois de comprovada a total eficácia do produto, fazer com que as empresas que produzem detergentes “comprem a ideia” e passem a utilizar este composto em seus produtos.

domingo, 28 de outubro de 2018

Larvicida à base do líquido da castanha para combater o Aedes Aegypti.

A Samsung anunciou na noite da última sexta-feira, três escolas publicas brasileiras premiadas como vencedoras nacionais da quinta edição do prêmio “Respostas para o Amanhã”, iniciativa da Samsung junto com o CENPEC (Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária), que tem como objetivo colaborar para o desenvolvimento de alunos e professores em prol de melhorias nas comunidades brasileiras. 

Os projetos escolhidos são de alunos da Escola de Ensino Médio Ronaldo Caminha Barbosa, do Ceará; da Escola de Referência em Ensino Médio Aura Sampaio Parente Muniz, de Pernambuco; e do IFRS – Campus Osorio, do Rio Grande do Sul. Os escolhidos foram selecionados por um júri especializado que levou em consideração o manejo dos conhecimentos de disciplinas de Ciências da Natureza e/ou Matemática e suas Tecnologias e a aplicabilidade das propostas na resolução de problemas das comunidades locais.

Centrado em conhecimentos da disciplina de Biologia, o projeto “Estudo sobre o efeito larvicida do líquido da castanha de caju em mosquitos hematófagos”, dos alunos vencedores de Pernambuco, propõe a produção de um larvicida natural à base do líquido extraído da castanha de caju a fim de combater larvas de Aedes Aegypti.

Concorreram 1.128 projetos, de 561 municípios de todos os Estados do país, com mais de 46 mil alunos participantes. (Fonte: Nova Post).