domingo, 24 de março de 2019

Manual de fabricação de cajuína

Bom dia seguidores do Blog da Cajucultura. Neste domingo trazemos mais uma publicação técnica para o cajucultor enriquecer a sua biblioteca. Trata-se do Manual de Fabricação da Cajuína, publicado pela Embrapa com o objetivo de atender à demanda de pequenos e médios produtores de caju na elaboração simplificada desta tradicional bebida na região Nordeste, cujo consumo tem se expandido para outras regiões do país. 

Clique aqui para baixar o manual e um bom domingo a todos!

sábado, 23 de março de 2019

Receita de arroz com castanha de caju

Sábado é dia de receita de pratos à base de caju. Hoje trazemos a receita do Canal Made in Jpn de como fazer um delicioso arroz com castanhas de caju, recomendado como um ótimo acompanhamento para pratos com peixe. Que tal experimentar?




sexta-feira, 22 de março de 2019

Números da cajucultura na Índia

Introduzida na Índia no século XVI pelos portugueses como um meio de controlar a erosão costeira, a cajucultura indiana apresentou um crescimento espetacular desde a sua introdução naquele país.

Dados mais recentes mostram que a área de castanha de caju na Índia aumentou de 464 mil hectares em 1980/81 para 1.062 mil hectares no período 2017/18. Por sua vez, a produção aumentou de 185 mil toneladas de castanha em 1980/81 para 817 mil toneladas em 2017/18. Já a produtividade aumentou de 399 kg de castanha por hectare em 1980/81 para 769 kg/hectare em 2017/18. 

Quase um terço da produção nacional de castanha (32,93%) vem do estado de Maharashtra, localizado no Oeste indiano  (área vermelha no mapa), que também possui a maior média de produtividade da Índia (1.378 kg de castanha/ha).

quinta-feira, 21 de março de 2019

Conheça a Broca das Pontas do Cajueiro

No mais recente vídeo do Canal da Cajucultura no YouTube, converso com o entomologista Lindemberg Mesquita, pesquisador da Embrapa Agroindústria Tropical, sobre uma das mais importantes pragas do cajueiro: a Broca das Pontas ou dos Ponteiros. Conheça os hábitos desta praga e como fazer o seu controle neste vídeo. Inscreva-se no Canal da Cajucultura, curta os nossos vídeos e deixe os seus comentários.

quarta-feira, 20 de março de 2019

Quando eliminar as panículas?

Essa é uma questão que comumente surge em pomares de cajueiro recém implantados. Como sabemos, as mudas de cajueiro-anão, por serem enxertadas (propagação vegetativa) e precoces, iniciam a emissão de panículas logo após o plantio no campo. 

Aí vem a dúvida do cajucultor: devo ou não eliminá-las? A resposta é: sim. Como as partes reprodutivas da planta (panículas, flores e frutos) são o dreno principal de nutrientes, as partes vegetativas (ramos, folhas, raízes) receberão menores quantidades de nutrientes, o que implicará em atraso no desenvolvimento (crescimento) da planta. Deve-se ter em mente que nos primeiros meses após o plantio é fundamental priorizar o adequado desenvolvimento, e não a sua produção, que ainda é insignificante. 

Desse modo, recomendo que as panículas que surgirem no cajueiro no  decorrer do primeiro ano após o plantio sejam eliminadas. Essa operação deve ser feita com canivete ou tesoura de poda pequena, tendo-se o cuidado de não causar danos às plantas.