quarta-feira, 19 de setembro de 2018

Caju de mesa enfrenta o calor do oeste potiguar

Fotos enviadas pelo cajucultor (e advogado) Elano Gomes, da região do Oeste potiguar, no Rio Grande do Norte. Após 24 horas da colheita, e o dia inteiro de transporte via terrestre no calor da cidade Pau dos Ferros (RN), os cajus apresentam-se em perfeito estado de conservação e próprios para o consumo in natura. Vale dizer que o transporte foi feito sem refrigeração. Na foto da esquerda os cajus acondicionados em bandejas plásticas. À direita detalhe da excelente qualidade dos pedúnculos.

Um comentário:

Claudio disse...

Excelente bom trabalho frutos de mesa com qualidade todos ganham produtores comerciantes e os consumidores